Servidores do Hospital São João de Deus em Laranjeiras estão com salários atrasados



A direção do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) visitou o Hospital São João de Deus, nessa terça-feira, 20, e recebeu a reivindicação dos auxiliares e técnicos em enfermagem em relação ao atraso do salário de outubro e falta de confiança em receber o salário de novembro. Diante disto, o Sintasa voltou nesta quarta-feira, 21, ao hospital para fazer a convocação du uma assembleia com a categoria nesta sexta-feira, 23, com a primeira chamada às 8h e segunda às 8h30min, no próprio hospital.

Segundo os servidores, a Prefeitura Municipal de Laranjeiras até teria repassado o valor do contrato mensal para a Associação Beneficente do hospital, responsável pelo pagamento dos servidores, mas a direção não fez o repasse e não manifestou nenhuma justificativa sobre o porquê do atraso.

Não é só isto. O Sintasa identificou descaso com os trabalhadores da unidade concernente a estrutura física, visto que os condicionadores de ar estão quebrados e os colchões não apresentam condições de uso. Na área da cozinha, o fogão está com vazamento de gás – pondo em risco a segurança do trabalhador, e não há café da manhã e nem alimentação à noite.

Diferenciação de tratamento
Outra questão é a limpeza inadequada por falta de produtos básicos de higiene, como sabão em pó, papel higiênico e copos descartáveis. Os servidores reclamam ainda do tratamento diferenciado que recebem, visto que nessa terça-feira, 20, Dia da Consciência Negra, ponto facultativo no município, o pessoal do setor administrativo ficou de folga, enquanto que a categoria da enfermagem precisou trabalhar.

“Vamos fazer uma assembleia na sexta-feira (23) para ver o que nós vamos deliberar enquanto representante legal dessa categoria, podendo ocasionar uma greve de 24 horas”, disse o diretor do Sintasa, Adaílton dos Santos, que realizou a visita juntamente com os diretores Cleverton Braz e Maria Edite.