Sintasa constata que servidores do Nestor Piva estão sobrecarregados

27/09/2018 09:03:35 em Aracaju >Notícias > Aracaju

Os diretores João Wadson e Marcos Antônio, do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), nesta terça-feira, 25, visitaram o Centro de Especialidades Médicas (Cemar) do bairro Siqueira Campos e o Hospital Municipal Zona Norte Doutor Nestor Piva. A razão foi saber como está o fluxo de trabalhadores e pacientes uma vez que a classe médica está em greve na Rede Municipal.

No Hospital Nestor Piva, durante conversa com a gestão da unidade, a informação repassada é que aumentou o quantitativo de trabalhadores que estão se ausentando por causa de atestado médico, com isto, está acarretando uma sobrecarga nos servidores que comparem ao hospital. A alternativa da direção é tentar fazer o remanejamento de outras alas para a entrada de Urgência e Emergência a fim de que os trabalhadores não fiquem sobrecarregados.

Pelo lado do Sintasa, ficou o entendimento aumentar a conscientização nos trabalhadores. A ideia inicial é que o sindicato, através da Assessoria Jurídica, e o Conselho Regional de Enfermagem de Sergipe (Coren) devem promover uma palestra sobre Direitos e Deveres dos Trabalhadores.

Centro de Especialidades
Em relação à situação no Cemar, ficou constatado que o atendimento está sendo feito somente pela equipe de Recuperação Pós Anestésica (RPA). Por conta disto, o fluxo de pacientes na unidade está baixo. Na ocasião, a diretoria aproveitou para tirar as dúvidas dos servidores em relação à situação da Fundação Hospitalar de Sergipe (FHS), cujo projeto de lei sobre a estabilização do pessoal será votado nesta quinta-feira, 27. A explicação deu-se pelo fato de muitos servidores também trabalharem pela FHS.