Sintasa aguarda audiência com a Funesa no dia 24 de setembro


Apesar do comparecimento de representantes do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), a Fundação Estadual da Saúde (Funesa) não enviou nenhum representante para a audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT) a fim de debater sobre o Acordo Coletivo do Trabalho, na última sexta-feira, 14.

Na ocasião, o procurador do Trabalho, Ricardo José das Mercês Carneiro, explicou que a fundação justificou a ausência na audiência. Diante disto, ele marcou outra data para mediação no dia 24 de setembro, às 9 horas, no mesmo local.

Esta seria a segunda rodada de mediação entre o Sintasa, Funesa e MPT. A fundação ficou com o compromisso de analisar a proposta apresentada pelo sindicato. E neste segundo encontro iria apresentar a contraproposta. “O Sintasa vai aguardar o pronunciamento da fundação nos autos do procedimento de mediação, ou até mesmo oficiar a fundação para saber o que aconteceu na tentativa da segunda negociação”, explicou o advogado do Sintasa, Adalício Morbeck, que esteve presente no MPT com o presidente do sindicato, Augusto Couto.