Diretores do Sintasa visitam Unidades Regionais para divulgar paralisação


Com o intuito de divulgar aos servidores da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) a paralisação de 12 horas que acontecerá no dia 6 de agosto, na frente da Assembleia Legislativa de Sergipe, a direção do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) começou desde segunda-feira, 30, desta semana uma série de visitas em todas os Hospitais e Maternidades Regionais do Estado. Até o momento, foram visitadas unidades em Estância, Boquim, Tobias Barreto, Capela, Neópolis e Propriá.

A paralisação da próxima segunda-feira, 6, terá concentração e ato público a partir das 13 horas a fim que dê tempo para que os auxiliares e técnicos de enfermagem e demais servidores da FHS representados pelo Sintasa possam chegar ao local. O foco da paralisação é sensibilizar os políticos para que os servidores da fundação sejam incorporados à Administração Direta, através da Lei 7.993/2015, visto que a FHS deverá ser extinta no dia 31 de março de 2019.

Na segunda-feira, 30, os diretores Marcos Antônio e Maria Edite visitaram as unidades de Estância, Boquim e Tobias Barreto. Além de avisarem pessoalmente para muitos servidores destes locais, foram fixados cartazes informando sobre o ato nos murais e locais de grande visibilidade. E os servidores também se comprometeram em avisar para os demais colegas que trabalham em outros turnos.

Nessa terça-feira, 31, os diretores Adailton dos Santos e Cleveton Braz fizeram a divulgação em Capela, Neópolis e Propriá. Houve conversa com os coordenadores nas devidas unidades hospitalares e, assim como dia anterior, aproveitaram para sanar algumas dúvidas dos servidores. Deixaram claro que a concentração do ato da paralisação não será nas unidades, mas na frente do prédio da Alese e todos estão convidados para comparecerem, respeitando a porcentagem necessária de permanecia da Regional.