Sintasa reúne-se com vice-governador para debater futuro dos trabalhadores da FHS e de Lagarto


A direção do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) reuniu-se com o vice-governador do Estado, Belivaldo Chagas, na manhã desta quinta-feira, para abordar o futuro dos servidores da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) que estão na iminência de ficarem desempregados e dos trabalhadores do Hospital de Lagarto por conta do comando agora da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Durante o encontro, o vice-governador se comprometeu em conseguir uma solução conversada com os sindicatos, Procuradoria Geral do Estado, Secretaria do Estado da Saúde e com o governador Jackson Barreto. “Ele não quer buscar uma solução precipitada, mas uma solução concreta, que efetivamente possa proteger os trabalhadores”, disse o presidente do Sintasa, Augusto Couto. Ficou acertada ainda uma reunião em março quando será debatido mais uma vez este assunto da FHS e quando o Estado deverá apresentação uma proposta de solução mais efetiva.

Sobre a EBSERH em Lagarto, Belivaldo Chagas comprometeu-se a designar uma pessoa do Estado para ajudar a mapear a demanda dos hospitais e quais locais os trabalhadores querem ir e tentar equacionar esta questão para que o pessoal possa trabalhar no lugar que necessita.

A reunião contou ainda com advogado do Sintasa, Adalício Morbeck, com o diretor do sindicato, Salathiel de Oliveira, e o presidente do Sindicato dos Condutores de Ambulância do Estado de Sergipe (Sindiconam).