Funcionários do Cirurgia recebem pagamento e encerram a greve


Dois dias após o Sindicato do Trabalhadores na Área da Saúde de Sergipe (Sintasa) obter na Justiça a liminar para que a gestão do Hospital Cirurgia pague aos empregados, a pendência do salário de dezembro e 13º salário de 2017 foi resolvida. Com isto, os funcionários encerraram a greve que durou oito dias. Foram mais de 1.200 empregados envolvidos neste drama no início do ano.

Agora, o Sintasa espera que nos próximos meses não haja atraso salarial para que a classe trabalhadora desempenhe suas funções sem a preocupação de que no final do mês não irá receber. “Estes servidores viveram dias difíceis, muitos estão com uma série de cobranças em casa, e agora vão tentar colocar em todas as dívidas acarretadas por conta do atraso”, disse Augusto Couto, presidente do Sintasa.

O líder sindical destaca ainda que o Sintasa esteve presente em todos os momentos e à frente da negociação junto ao gestor do hospital e ao secretário de Estado da Saúde que selaram um contrato com o hospital. “Não bastasse isto, entramos e vencemos uma ação na Justiça obrigando o hospital pagar os trabalhadores, sob pena de multa diária”, explicou Augusto Couto.