Servidores de Aracaju agendam protesto para terça-feira

21/07/2017 15:45:29 em Aracaju >Notícias > Aracaju

Apoiados pelo Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), os servidores da saúde do nível médio da Rede Municipal de Aracaju, como auxiliares e técnicos de enfermagem, realizaram um protesto na frente do Centro Administrativo da Prefeitura de Aracaju, nessa quinta-feira, 20, durante o 10º dia de greve das categorias. A principal reivindicação é a falta de reajuste salarial. Depois deste quarto ato, houve assembleia ficou deliberada outra mobilização na próxima terça-feira, 25, a partir das 7 horas, no Hospital Nestor Piva.

O diretor do Sintasa, João Wadson, disse que durante assembleia foi mostrado aos servidores que a gestão municipal não respondeu o pedido de reunião para negociar o reajuste salarial e outras demandas. “Não é possível que em 7 meses de gestão, o prefeito não se abra para um diálogo com os trabalhadores. Isto não pode acontecer. Além disso, existe uma grande sobrecarga de trabalho, falta de medicamentos nos postos, falta de segurança ao trabalhador. Enfim, é uma total falta de humanização”, reclamou o diretor.

A lista de reivindicações conta com reajuste salarial 2017, criação de uma mesa de negociação, renegociação do PMAQ, reavaliação do grau de insalubridade e expandir a gratificação da área de risco para todos os servidores lotados nas UBS, CEMAR, CAPS e UPAS; melhores condições de trabalho, incluir o Atendente de Saúde Bucal (ASB) no Programa Saúde da Família, garantir a gratificação do PSF a todos os trabalhadores do Ambulatório, receber o calendário de pagamento dos servidores, aumentar o quantitativo de segurança nas UBS e fazer a implantação das 30 horas semanais de trabalho.