FHS deverá apresentar contraproposta do Acordo Coletivo dia 20 de julho


O mediador da Superintendência Regional do Trabalho (SRT), Nilson Barreto Socorro, acatou o pedido do procurador-chefe da Fundação Hospital de Saúde (FHS), Thiago Davis, e concedeu mais um prazo para que que a fundação apresente a contraproposta sobre o Acordo Coletivo do Trabalho. A decisão ocorreu na manhã desta terça-feira, 20, no prédio da SRT, com a presença do advogado do Sintasa, Adalício Morbeck, e o gerente do sindicato, Janderson Alves. A nova data ficou agendada para o dia 20 de julho, às 9 horas, no mesmo local.

A reunião desta terça-feira foi a segunda mediada pela SRT entre o Sintasa e FHS. Na primeira, ocorrida dia 22 de maio, a fundação havia solicitado um prazo para entregar a contraproposta justamente na segunda reunião. Segundo o procurador-chefe da FHS, Thiago Davis, o primeiro prazo serviu apenas para uma análise jurídica do documento, e este segundo adiamento será importante para que aconteça a análise do setor econômico da FHS sobre os pontos do Acordo Coletivo.

O Sintasa lamenta o fato de que desde 2012 não consegue celebrar Acordo Coletivo do Trabalho com a FHS, apesar das várias tentativas de negociação pelo lado sindical. Inclusive, neste período, em alguns anos não houve reajuste anual salarial, o que representou prejuízo para os trabalhadores.