Sintasa reúne-se com SES e recebe proposta de pagamento integral até sábado


Preparado para a greve, presidente do Sintasa afirma que se o pagamento não for depositado até sábado haverá greve por tempo indeterminado

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) reuniu-se com a secretária de Estado da Saúde, Conceição Mendonça, na tarde desta terça-feira, 6, para cobrar o atraso salarial de agosto dos trabalhadores, visto que por lei o empregador tem até o quinto dia útil do mês subsequente para pagar ao empregado. Na reunião, a secretária passou a proposta de que o salário estaria na conta dos servidores de forma integral até a manhã deste sábado, 10, e que havendo dinheiro na sexta-feira, 9, o pagamento sairia no mesmo dia.

O Sintasa deixou claro que os trabalhadores precisam do pagamento do salário imediatamente, mas a secretária alegou os problemas que o Estado vem passando e que não existe nenhuma possibilidade antes da data que ela garantia. Mas, por outro lado, o recebimento do salário seria integral para os servidores da saúde, visto que além da Educação, as demais categorias receberão os salários fracionados.

O departamento jurídico do Sintasa já ajuizou uma ação para cobrar os juros e a correção pelo atraso no mês passado, tentou-se também na mesma ação evitar o parcelamento ou o atraso, mas antes de sair uma decisão da Justiça neste sentido, a secretária de Saúde convidou o sindicato para uma reunião e garantiu que até sábado o pagamento será realizado. “Nós não aguentamos mais atraso todos os meses. Caso o pagamento não seja feito até às 7 horas da manhã deste sábado, nós iremos fazer greve por tempo indeterminado”, afirmou taxativamente, Augusto Couto.