Trabalhadores do Hospital de Cirurgia entram em greve e Sintasa aciona a Justiça



Os funcionários do Hospital de Cirurgia começaram uma greve nesta quinta-feira (21), por tempo indeterminado, pelo não cumprimento por parte do gestor do hospital em relação ao pagamento do décimo terceiro, conforme havia acertado no Termo de Compromisso de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual, assinado no dia 12 de janeiro. Haverá uma audiência nesta sexta-feira, às 8 horas, no MPE entre o promotor Nilzir Soares e o Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) e a Associação que representa os amigos e funcionários do hospital.

“Os trabalhadores aguardarão esta reunião no MPE, ainda em greve, como forma de protesto com o descaso que vem passando”, explica Augusto Couto, presidente do Sintasa.

Apesar desta reunião, o departamento jurídico do Sintasa já se antecipou e entrou com uma Ação Civil Pública cobrando a gratificação natalina, o décimo terceiro salário e questionando o procedimento para a regularização dos depósitos fundiários (Fundo de Garantia) e os depósitos previdenciários (ISS), cujo número do processo para acompanhamento é 0000056-73.2016.5.20.0007.