Condutores de ambulâncias acenam com possibilidade de paralisação

20/05/2015 09:29:58 em Rede Estadual

O Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) juntamente com os condutores de ambulâncias do Serviço de Remoção Inter-Hospitalar Assistida (SRIHA) ligados à Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) e a empresa terceirizada “Liderança” irão fazer uma assembleia da categoria, na próxima segunda-feira, às 7 horas, na própria central para deliberar ou não uma paralisação e mobilização por conta das irregularidades da gestão.

A iniciativa deu-se depois que a diretoria do Sintasa realizou nesta terça-feira (19) uma visita na Central de Ambulâncias e recebeu denúncias dos condutores de ambulância que os ligados à FHS estão sem reajuste salarial há 5 anos, não recebem hora-extra e nem diárias quando vão fazer remoção de pacientes de baixo risco clínico entre os hospitais para a realização de procedimentos e transferência para leitos de retaguarda no interior do estado. Por sua vez, os condutores vinculados à empresa Liderança estão sem receber insalubridade, hora-extra e as diárias.

“Visitamos os condutores, recebemos estas denúncias e estamos encaminhando ofícios para os gestores a fim de tomarem uma providência. Da nossa parte, iremos realizar esta assembleia e o que a categoria acatar iremos realizar seja a paralisação ou não”, declara Augusto Couto, presidente do Sintasa.