Sindicatos e CES colaborarão para construir plano de segurança dos hospitais

25/02/2015 02:24:00 em Rede Estadual


O diretor geral da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), Hans Lobo, aceitou a participação dos sindicatos e do Conselho Estadual de Saúde (CES) para construir o cronograma específico para a elaboração e implantação dos planos de segurança tanto de pessoas como estrutural nas unidades gerenciadas pela FHS, medida que deverá ser feita num prazo de 15 dias para cumprir com a determinação do Ministério Público Estadual (MPE). O acordo de colaboração foi selado nesta terça-feira (24) durante uma reunião com o gestor da fundação, Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) e Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe (Seese).

Algumas das sugestões que serão encaminhadas, através de um ofício ainda esta semana, são a melhora no serviço de triagem, diminuição da quantidade de acompanhantes dos pacientes e realocação dos seguranças da empresa terceirizada, neste caso, a SACEL para algumas áreas mais específicas, como a UTI, que é um setor mais privado. “O diretor da FHS falou na reunião que já teve uma conversa com a Polícia Militar para que haja um contingente maior nos hospitais, até mesmo utilizando os policiais da reserva para trabalhar nestas unidades. Espero que a gente consiga diante dos fatos que estão acontecendo reverter a situação, de imediato, porque há trabalho no hospital durante 24 horas”, declara Augusto Couto, presidente do Sintasa.

O Sintasa destacou ainda a importância dessa ajuda entre sindicatos e gestão pelo fato de que são os trabalhadores que estão vivendo o dia a dia nos hospitais e, por conta disso, sabem onde estão os pontos de entraves, principais nós, e que podem ajudar a gestão a melhorar este serviço dando uma qualidade de segurança para os pacientes e para o trabalhador.