Sintasa discute sobre segurança nos hospitais na SSP e MPE

19/02/2015 00:00:00 em Notícias


O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), Augusto Couto, irá participar de uma audiência no Ministério Público do Estado na próxima segunda-feira (23) para discutir sobre o problema de segurança nos hospitais, sobretudo, no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE). Esta audiência faz parte de uma série de ações que o sindicato vem realizando para tentar chamar a atenção do poder público sobre o assunto, como a visita realizada pelo presidente da entidade e o gerente do sindicato, Janderson Alves, ao secretário da Segurança Pública, Mendonça Prado, na última sexta-feira (13), na sede da SSP.

“Nós estamos preocupados com o índice de assalto no HUSE. Já houve assalto na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) cirúrgica. Os servidores estão apreensivos com esta situação. E querem de imediato uma solução para isso”, disse Augusto Couto, informando que o efetivo no Hospital de Urgência é de apenas dois policiais, quando precisaria de, pelo menos, mais outros dois, visto que são cerca de 3.500 servidores trabalhando naquele hospital.

Outro ponto significativo discutido com o secretário de segurança é a ronda mais intensa nas unidades para trazer uma sensação de segurança maior e intimidar os vândalos. “Os servidores estão sendo assaltados dentro e fora dos hospitais, principalmente, nos horários de troca de turno”, afirma Augusto Couto, acrescentando que quanto maior for a segurança, melhor será o atendimento aos usuários. “Trabalhar com medo dos vândalos acaba atrapalhando os servidores”.

O líder sindical reforçou sobre a audiência no MPE, no dia 23, que terá também a participação da SSP e da Polícia Militar. “Com esta reunião, esperamos construir um grupo para que se tenha mais segurança nas unidades de Saúde”, destacou Augusto Couto.