SAMU: Sintasa participa de reunião com Fundação

21/12/2011 19:30:41 em Geral

Presidente do Sintasa, Augusto Couto, com o diretor geral da FHS, Emanuel Messias (Foto: Ricardo Pinho/FHS)

A Diretoria Geral da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) esteve reunida na manhã desta quarta-feira, 21, com o Sintasa e representantes dos sindicatos e associações que envolvem o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe). O encontro teve como objetivo viabilizar os meios de se colocar em prática os pactos firmados no Acordo Coletivo 2011 entre as categorias e a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Entre os principais assuntos debatidos na reunião, que contou com a presença do diretor Geral da FHS, Emanuel Messias Júnior, a situação das escalas de plantões, bem como a regularização dos intervalos interjornadas para os servidores celetistas do Samu mereceram a atenção imediata. "Um dos pontos de partida que precisa ser respeitado é o intervalo interjornada. O trabalhador que trabalha 12 horas, necessita de 36 para descanso. O que trabalhou por 24, precisa de 72, e isso todos os servidores celetistas devem obedecer", salienta o procurador Geral da FHS, Carlos Diego de Freitas.

Sintasa
Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), Augusto Couto, a ideia da categoria é que as escalas permaneçam como estão para não prejudicar os servidores. "Não queremos que as escalas sejam rotativas", diz Augusto.

Outros temas foram abordados pelos representantes do Samu, na perspectiva de que sejam avançados alguns itens do Acordo Coletivo, a exemplo da questão da carga horária e do repouso. "Estamos propondo que haja uma diminuição da folga, pois do jeito que ela está prejudica a quem tem dois empregos", disse o presidente do Sindicato dos Condutores de Ambulância, Adílson Ferreira Melo, lembrando que grande parte dos servidores do Samu possui dois vínculos.

Próximo passo
Na próxima quarta-feira, 28, a Diretoria Geral da FHS e os representantes dos Sindicados e associações que envolvem o Samu voltarão a se reunir. Os representantes irão formalizar, de acordo com o que for decidido em assembleia com as categorias, uma proposta consensualizada a respeito das jornadas e dos intervalos de folga.


Com informações de Felipe Nabuco, Ascom/FHS